Criai em mim um coração que seja puro

CRUZ-1024x6851

Que venham os sábios, perguntando onde está Deus. Deus encontra-Se onde o sábio, com toda a sua orgulhosa ciência, não consegue chegar. Deus encontra-Se no coração desprendido, no silêncio da oração, no sofrimento como sacrifício voluntário, no vazio do mundo e das suas criaturas. Deus está na cruz; enquanto não amarmos a cruz, não O veremos, não O sentiremos. Calai-vos homens, que não parais de fazer barulho!
Ah, Senhor, como estou feliz no meu retiro! Como Te amo na minha solidão! Como gostaria de Te oferecer o que já não tenho, pois tudo dei! Pede-me, Senhor. Mas que posso eu dar-Te? O meu corpo, já o tens, é teu; a minha alma, Senhor, por que suspira ela se não por Ti, para que no fim acabes por tomá-la? O meu coração está aos pés de Maria, chorando de amor e sem querer mais nada se não Tu.
A minha vontade: por acaso desejo, Senhor, o que Tu não desejas? Diz-me, Senhor, qual é a tua vontade e porei a minha em uníssono. Amo tudo o que me envias e me dás, tanto a saúde como a doença, tanto estar aqui como ali, tanto ser uma coisa como outra; toma a minha vida, Senhor, quando o desejares. Como não ser feliz assim? Se o mundo e os homens soubessem. Mas eles não saberão, estão muito ocupados com os seus interesses, têm o coração muito cheio de coisas que não são Deus.

(São Rafael Arnáiz Barón)

# Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg
 
Copyright © 2013 Amigos da Cruz