Frutos da Oração



O primeiro fruto que tiramos consiste em honrar a Deus pela oração. A prece é uma prática de religião, que nas Escrituras se compara ao incenso, pois diz o Profeta: "Erga-se minha oração, como o incenso, em Vossa presença". Pela oração, confessamos nossa dependência de Deus, a quem reconhecemos e apregoamos como Autor de todos os bens; SÓ n'Ele pomos nossa esperança, porque é o único baluarte de nossa defesa e salvação, NOSSO único amparo e refúgio.

Lembra-nos também este fruto aquelas palavras da Escritura: "Clama por Mim, no dia da tribulação. Eu te livrarei, e tu Me hás de dar honra".
(...) Segundo a doutrina de Santo Agostinho, "a oração é uma chave do céu, pois quado sobe a oração, desce a misericórdia de Deus. Por mais baixa que fique a terra, e por mais alto que seja o céu, Deus ouve todavia a linguagem do homem"

Com efeito, a oração possui tanta eficácia e utilidade, que por ela conseguimos a plenitude dos bens celestes. Impetramos que Deus nos conceda o Espirita Santo, como guia e protetor; alcançamos a conservação e Integridade da fé, a fuga dos castigos, o amparo divino nas tentações, e a vitória sobre o demônio.

A oração encerra em si o auge de uma alegria toda singular. Por esse motivo, Nosso Senhor declarou: "Pedi, e recebereis, para que a vossa alegria seja completa"
(Catecismo Romano -  IV Parte, II, §1-3)
# Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg
 
Copyright © 2013 Amigos da Cruz