Por que meditar os mistérios da Encarnação de Cristo?

“Para a confirmação da nossa fé. Os homens não acreditaram nelas [nas verdades de Deus faladas pelos Patriarcas, profetas e por João Batista] como acreditaram em Cristo, que esteve com Deus, e, mais do que isso, constituía um só com Ele. (…)

Para elevação da nossa esperança. Sabemos que o Filho de Deus, não sem elevado motivo, veio a nós, assumindo a nossa carne, mas para grande utilidade nossa. Fez, para consegui-la, um certo comércio: assumiu um corpo animado, e dignou-se nascer da Virgem Maria, para nos entregar a sua divindade (…)

Para que a nossa caridade seja mais fervorosa. Nenhum indício é mais evidente da caridade divina que o de Deus, criador de todas as coisas, fazer-se criatura; o do Senhor nosso, fazer-se nosso irmão; o do Filho de Deus fazer-se filho do homem. (…)

Para a conservação da pureza de nossa alma. A nossa natureza foi a tal ponto enobrecida e exaltada pela união com Deus, que foi assumida para consociar-se com uma Pessoa Divina. (…)

[Para] aumentar em nós o desejo de nos aproximarmos de Cristo. Sendo Cristo nosso irmão, devemos desejar estar com Ele e nos unirmos a Ele.”

(S. Tomás de Aquino – Exposição sobre o Credo)

# Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg
 
Copyright © 2013 Amigos da Cruz