Santa Maria, Mãe de Deus

"Salve, Maria, Mãe de Deus, veneradíssimo tesouro de todo o círculo, tocha inextinguível, coroa da virgindade, trono da reta doutrina, templo indestrutível, pequena habitação daquele que não pode ser contido em lugar algum, Virgem e Mãe por quem nos deu o chamado nos Evangelhos bendito o que vem em nome do Senhor.

Salve, você que encerrou em seu seio virginal ao que é imenso e inacabável. Você, por quem a Santíssima Trindade é adorada e glorificada. Você, por quem a cruz preciosa é celebrada e adorada em todo mundo. Você, por quem exulta o céu, alegram-se os anjos e arcanjos, fogem os demônios, por quem o diabo tentador foi arrojado do céu, e a criatura, queda pelo pecado, é elevada ao céu...

Quem de entre os homens será capaz de elogiar como se merece a Maria, digna de tudo louvor? É Virgem e Mãe: que maravilha! Este milagre me enche de estupor. Quem ouviu jamais dizer que ao construtor de um templo se o proíba entrar nele? Quem poderá tachar de ignomínia a quem toma a sua própria pulseira por Mãe?

Nós temos que adorar e respeitar a união do Verbo com a carne, temos que ter temor de Deus e dar culto a Santa Trindade, temos que celebrar com nossos hinos a Maria, a sempre Virgem, templo santo de Deus, e a seu Filho, o Marido da Igreja, nosso Senhor Jesus Cristo. a glória pelos séculos dos séculos. Amém."

 

São Cirilo de Alexandria, século V, em Homilia no Concílio de Éfeso

Fonte: ACI Digital

# Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg
 
Copyright © 2013 Amigos da Cruz