Antífonas O (III): O radix Jessé (Ó rebento de Jessé)

Ei-vos, pois, a caminho, ó Filho de Jessé, para a cidade de vossos antepassados. Ergueu-se a Arca do Senhor, e avança, portando em si o Senhor que nela está, em direção ao lugar onde poderá repousar.

Os Anjos vos escoltam, vosso fiel Esposo vos envolve com toda a sua ternura, o céu em vós se compraz, e a terra vibra sob o venturoso peso do seu Criador e de sua augusta Rainha. Avançai, ó Mãe de Deus e dos homens, Propiciadora toda-poderosa em quem está contido o divino Maná que salvaguarda o homem da morte! Nossos corações vos seguem, acompanham e, como vosso Real antepassado, nós juramos "que não entraremos em nossas casas, não nos deitaremos em nossas camas, não fecharemos nossos olhos, não daremos repouso às nossas têmporas, até que tenhamos encontrado em nossos corações uma morada para o Senhor que portais em vosso seio, uma tenda, para o Deus de Jacó."

Vinde, pois, assim velado pelas entranhas puríssimas do Arco sagrado, ó rebento, descendente de Jessé, até que possais surgir para brilhar diante dos olhos dos povos, como um estandarte vitorioso. Então, os reis vencidos calar-se-ão diante de vós, e as nações vos aclamarão. Apressai-vos, ó Messias! Vinde e vencei todos os nossos inimigos, e libertai-nos.

Dom Guéranger
L´année liturgique O ano litúrgico - Advento - XVII dezembro

Fonte: www.mariedenazareth.com

# Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg
 
Copyright © 2013 Amigos da Cruz